Como as redes sociais encaram o SPAM?

Monitoramento Redes Sociais

1906 visualizações

Como as redes sociais encaram o SPAM?

O SPAM, que “pode significar Sending and Posting Advertisement in Mass, ou "enviar e postar publicidade em massa", ou também: Stupid Pointless Annoying Messages que significa mensagem ridícula, sem propósito, e irritante.” (fonte: Wikipédia) acaba tornando o relacionamento entre marcas e consumidores bastante desgastado.

E às vezes você, com o intuito de atender seu consumidor, acaba publicando inúmeras vezes a mesma resposta para um cliente nas redes sociais, o que pode acarretar em um bloqueio, já que a ação será considerada SPAM. Isso acontece pois as principais redes sociais que são utilizadas hoje têm fortes políticas para combater qualquer prática de SPAM.

Por isso é preciso ter cuidado ao gerenciar redes sociais e também durante o relacionamento com clientes, para que você não seja bloqueado ou banido de uma rede social por estar gerando SPAM dentro dela.

Mas como cada rede social lida com isso? Confira!

 

  • Facebook

Geralmente nesta rede social o SPAM acontece por meio de links mal-intencionados, conteúdos indesejados, mensagens e publicações em massa, por exemplo.

Por conta desta rede social ser uma das com maior adesão pelo público atualmente, é normal que neste ambiente inúmeros SPAMs acabem atingindo os usuários. Mas o Facebook tem uma forte política para que os internautas não sejam severamente afetados por mensagens/links/informações indesejadas.

Segundo política do Facebook: “Ao longo dos anos, desenvolvemos várias ferramentas para ajudar a prevenir e remover o spam. Algumas delas evitam que links mal-intencionados cheguem a aparecer para as pessoas, enquanto outras servem para arrumar a conta depois de um ataque. Também nos juntamos a alguns parceiros de antivírus que ajudam no processo. Além disso, esperamos que as pessoas denunciem todo spam que encontrarem. Quando as denúncias chegam aqui, elas são analisadas e nós removemos o conteúdo, caso ele realmente seja spam.”

O que o Facebook considera SPAM?

Segundo o Facebook, “spam envolve realizar contatos repetitivos com as pessoas oferecendo conteúdos ou solicitações indesejadas. Isso inclui o envio de mensagens em massa, publicações excessivas de links ou imagens nas linhas do tempo das pessoas e envio de solicitações de amizade a pessoas não conhecidas pessoalmente.”

O que fazer em caso de SPAM?

“Caso encontre spam no Facebook, denuncie. Fazendo isso, você nos ajuda a proteger as outras pessoas de golpes.”

Fonte: Suporte Facebook

 

  • Instagram

No Instagram, publicações, comentários e mensagens podem se tornar SPAM, a partir do momento em que não sigam mais os Termos de uso e as Diretrizes da comunidade. É preciso ter cuidado para que acidentalmente uma publicação não acabe se tornando um SPAM por desrespeitar as regras da rede social.

Esta rede social proíbe veementemente o SPAM. “Além de proibir as pessoas de usarem nosso serviço para fins ilegais ou não autorizados, nossos Termos especificam que as pessoas não podem enviar spam a outros usuários do Instagram. Saiba mais sobre nossos Termos.”

Além disso, eles estimulam que os usuários denunciem toda e qualquer forma de SPAM. “Você pode denunciar publicações, comentários ou usuários impróprios que não estiverem seguindo nossas Diretrizes da Comunidade ou nossos Termos de uso assim que visualizá-los com o recurso denúncias integrado.”

O que o Instagram considera SPAM?

Tudo aquilo que não condiz com as Diretrizes da Comunidade ou os Termos de uso da empresa é considerado SPAM.

O que fazer em caso de SPAM?

O Instagram permite que o usuário denuncie diferentes formas de SPAM: publicações, comentários e mensagens, por exemplo. Mesmo que você não tenha conta na rede social é possível fazer uma denúncia. Para saber como proceder em cada caso, veja aqui.

Fonte: Central de Ajuda

 

  • Twitter

O SPAM na rede social acontece de diversas formas. Segundo eles, “o termo "spam" descreve ações repetidas e não solicitadas que têm um impacto negativo sobre outras pessoas. Isso inclui muitas formas de interações e comportamentos automatizados de uma conta, os famosos bots, bem como tentativas de iludir ou enganar as pessoas.”

O que o Twitter considera SPAM?

Nas Regras do Twitter eles explicam tudo o que constitui um SPAM e destacam alguns importantes:

  • “Publicar links prejudiciais (incluindo links para sites de phishing ou malware)
  • Demonstrar comportamento agressivo ao seguir pessoas (seguir pessoas em massa ou deixar de seguir pessoas em massa para chamar a atenção)
  • Exagerar na utilização das funções de resposta ou menção para publicar mensagens indesejáveis para as contas
  • Criar várias contas (manualmente ou com ferramentas automatizadas)
  • Publicar repetidamente nos assuntos do momento para tentar chamar a atenção”

O que fazer em caso de SPAM?

Aqui, assim como no caso do Instagram, é possível denunciar diferentes formas de SPAM: perfis e tweets, por exemplo. Veja o passo a passo para fazer sua denúncia aqui.

Fonte: Central de Ajuda

 

  • YouTube

Aqui, o SPAM pode acontecer em comentários excessivos, criação de tráfego artificial ou com conteúdos ofensivos.

O YouTube também trabalha diariamente para combater toda e qualquer prática de SPAM. “Trabalhamos constantemente para manter o YouTube livre de spam, golpes e outras práticas enganosas que possam prejudicar a comunidade na plataforma.”

O que o YouTube considera SPAM?

Dentre o que eles consideram como SPAM, destacam-se: “SPAM em comentários, vídeos e canais; SPAM para a criação de tráfego artificial e miniaturas enganosas ou com conteúdo potencialmente ofensivo.”

O que fazer em caso de SPAM?

Eles também estimulam que usuários denunciem o SPAM e conteúdos enganosos.

Sinalize o vídeo: para denunciar vídeos que contenham spam ou conteúdo enganoso, basta sinalizá-los.

Denuncie comentários: clique no recurso de sinalização de spam para denunciar comentários que você acredita ser spam.”

Fonte: Ajuda do YouTube

 

  • LinkedIn

O LinkedIn ajuda os usuários a reconhecerem e denunciarem qualquer forma de conteúdo considerado SPAM, inadequado e ofensivo.

O que o LinkedIn considera SPAM?

Para o LinkedIn, “Spam quer dizer conteúdo, perfis e mensagens abusivos, prejudiciais ou interruptivos. Também pode ter natureza promocional, em que alguém tenta vender um produto ou publica conteúdos irrelevantes para obter mais visibilidade. Não toleramos spam no LinkedIn.”

Além disso, eles também estimulam a denúncia de conteúdos inapropriados, enganosos ou ofensivos. “Denunciar conteúdo como "Inapropriado” significa que você não acredita que este conteúdo deva estar em nossa plataforma. Agora você pode denunciar conteúdo como "Enganoso" se acreditar que ele apresenta falsas informações como se fossem verdadeiras. Denunciar conteúdo como ofensivo indica que ele viola nossos Termos de Serviço, incluindo assédio, pornografia ou discurso de ódio, e deve ser removido do site.”

O que fazer em caso de SPAM?

Nesta rede também há diversas opções e tipos de denúncia. Aqui você pode descobrir como proceder em cada uma delas.

Fonte: Ajuda do LinkedIn

 

Como proceder no Buzzmonitor?

Inúmeros analistas trabalham diariamente com o Buzzmonitor para monitorar, analisar e realizar interações entre marcas e clientes nas redes sociais mencionadas acima.

Porém, algumas vezes usuários são bloqueados por não respeitarem essas regras básicas de SPAM em redes sociais. Um exemplo recorrente é do envio de uma mesma mensagem inúmeras vezes, o que configura SPAM e acaba gerando o bloqueio daquele usuário.

Por isso é fundamental conhecer as regras em relação a SPAM de cada rede social e respeitar isso, seja diretamente nas redes sociais ou através do Buzzmonitor.

 

Como o Buzzmonitor pode te ajudar?

Como alternativa ao SPAM no Buzzmonitor, aproveite a facilidade das Respostas Salvas. Com elas é possível criar uma lista de possíveis respostas e mudá-las para evitar responder sempre do mesmo jeito aos consumidores.

Ter uma resposta salva e personalizada para cada usuário economiza tempo para a empresa e também acelera o atendimento para o consumidor. É uma via de duas mãos.

  • Depois de clicar no ícone de responder, em poucos passos você pode enviar uma mensagem salva.

 

  • Se ainda não tiver uma resposta salva, você pode criá-la na mesma caixa de mensagens. É possível personalizar a mensagem adicionando o primeiro nome do usuário ou o nome que está na conta dele, basta clicar nos respectivos botões.

 

  • Também é permitido editar/excluir respostas salvas.



 

Comece a usar o Buzzmonitor hoje mesmo (respeitando as regras contra SPAM) :D

USE GRÁTIS O BUZZMONITOR

Comentários

Deixe um comentário