Como a inteligência artificial está mudando a face do monitoramento de redes sociais

Monitoramento Redes Sociais

1914 visualizações

Como a inteligência artificial está mudando a face do monitoramento de redes sociais

Quem trabalha com tecnologia ou marketing sabe que o campo da inteligência artificial está ajudando a redefinir vários negócios ao automatizar processos que antes exigiam a interferência humana. Da fabricação de produtos, passando pela análise de crédito e chegando ao atendimento ao consumidor, muita coisa está mudando com a evolução deste campo da ciência da computação.

Os robôs também se lançaram à área de monitoramento e análise de redes sociais. Uma das aplicações mais interessantes hoje é o reconhecimento automático de imagens em fotos e vídeos compartilhados em redes como Instagram, Twitter, YouTube e Facebook.

O reconhecimento automático de imagens veio para resolver um problema antigo: marcas eram invisíveis ao monitoramento caso não fossem mencionadas em texto. Ou seja, se alguém tira uma foto com o seu produto no Instagram mas não publica a hashtag #nomedoproduto, esta publicação é invisível às ferramentas de monitoramento.

O reconhecimento automático de imagens abre uma série de possibilidades para as marcas do que estamos chamando de Listening 3.0. Conheça:

 

Descubra seu share of image

Qual a marca mais relacionada ao tema Sustentabilidade? Ou a #gordices? Ou a #fitness? Com a ajuda do Buzzmonitor monitoramos as hashtags #gordice e #gordices no Instagram para descobrir. Estas hashtags são utilizadas para indicar o consumo de guloseimas doces ou salgadas, geralmente em momentos de auto-premiação ou quebra de rotina, quando o internauta se dá o direito de um presente. Com a análise automática de imagens analisamos 50 mil fotos associadas às estas hashtags e descobrimos que 10,7% das menções eram de refrigerantes, inferior a de chocolates que era de 16,2% das marcas detectadas. Em refrigerantes, a Coca Cola foi a marca com maior share of image, com 6,6% dos logos detectados em imagens. Com o crescimento do Instagram, já usado por 45 milhões de brasileiros, desprezar o share of image para temas de interesse da sua marca pode ser um erro imperdoável. A tecnologia Brand Logo Detection permite analisar milhares de fotos mais rápido do que analistas humanos.

Identifique Influenciadores espontâneos

Em 2016 a caninha 51 fez um placement na série The Ranch, da Netflix. A cachaça aparecia na bancada do Bar Maggie's, ponto de encontro dos personagens da série. Usando a nova tecnologia de detecção automática de imagens é possível olhar para milhares de vídeos e descobrir nos cenários de séries, como The Ranch,  e em canais do YouTube, produtos já são usados por influenciadores donos dos canais, mesmo que a marca nunca tenha sido mencionada em texto, mas esteja, assim como a caninha 51, no cenário. A identificação de influenciadores ganha ainda mais autenticidade, pois descobrimos pessoas que compartilharam produtos da sua marca, são consumidores reais, sem nunca tê-las citado. Isso pode ajudar sua empresa a identificar influenciadores com mais exatidão, cruzando número de seguidores, descrição na bio e uso do seu produto através de imagens.

 

Descubra marcas associadas à sua marca

Quando olhamos para as imagens sobre #gordices descobrimos que havia fotos onde nossa tecnologia Brand Logo Detection identificou mais de uma marca na mesma imagem. Isso é interessante para descobrir hábitos de consumo combinado de produtos. Ao invés de tomar café da manhã na casa de um grande número de pessoas, como faziam os institutos de pesquisa no século passado para investigação em campo, você pode simplesmente monitorar a hashtag #cafédamanhã e descobrir que marcas estão sendo combinadas pelo consumidor. Descobrimos as combinações Coca-cola e Heinz, e Nutella e Leite Ninho olhando para o universo #gordices.

Interaja com quem é consumidor da sua marca (mas não disse que era)

Podemos interagir com pessoas que não citaram a marca mais são consumidoras dos nossos produtos. Abre-se um novo leque de possibilidades para Social CRM. Combinando isso com Venues (monitoramento geo-localizado no Instagram) podemos oferecer para uma cervejaria a possibilidade de falar com o consumidor que está num bar próximo à uma região e com sua cerveja na mesa.

Segmente mídia paga

A marca esportiva Under Armour monitorou corredores que publicaram fotos de seus calçados de corrida e dos concorrentes. Ao fazer isso, a marca conseguiu segmentar mídia paga de maneira mais assertiva.

E você, o que pretende fazer com o monitoramento automático de imagens?


 

  Alessandro Barbosa Lima

  CEO do Grupo E.life

USE GRÁTIS O BUZZMONITOR

Comentários

Deixe um comentário